Muitos os detalhes precisam ser analisados  na hora de comprar seu carro usado, mas o primeiro passo é escolher lojas especializadas, que estejam no mercado com solidez e credibilidade.

 

Peça referências e não deixe de visitar o local. Pergunte, sinta-se à vontade para questionar o que não souber ou o que você não tem certeza. Esse é um ponto crucial: atendimento transparente.

 

Depois de pesquisar os modelos que te interessam, o segundo passo é estar atento à documentação do veículo. Verifique ano, descrição e pagamentos de taxas anuais.

 

Tudo certo? Agora cheque o carro.

 

É claro que um carro usado tem seus desgastes naturais e podem apresentar pequenos problemas, mas locais especializados em venda deixam o veículo pronto para sair da loja para a sua garagem.

 

Passo a passo:

  • Verifique peças e lacres originais, que mostram o estado de conservação interna
  • Veja os pneus
  • Cheque estofados e tecidos internos
  • Certifique-se de que o carro está com manual do proprietário original e chaves reserva.

 

Outra #Dica de outro é conferir se a numeração do chassi, vidros e placas são os mesmo que estão no documento. Isso também mostra se algo foi trocado. Lembre-se também que pode-se verificar pendências com multas, IPVA ou seguro obrigatório no site do DETRAN.

 

Conclusão: você não precisa começar o processo de compra com muita resistência. A principal arma será o diálogo claro e as informações claramente expostas no veículo.

 

  • Ligue o carro para verificar os níveis de ruído na cabine.

 

  • Observe a vibração do volante e alavanca de câmbio.

 

  • Observe se alguma luz do painel acende e fique à vontade para questionar o vendedor.

 

  • Atenção aos freios: dê uma volta no carro prestando atenção se há folga no pedal do freio ou ruído metálico. Este tipo de sinal pode significar uma simples troca de pastilhas ou reparos simples.

 

  • Veja os equipamentos de segurança e emergência, como triângulo chave de rodas, estepes e extintor.

 

  • Cheque o nível de óleo e a periodicidade de troca, reparando se há sinais de queima de óleo excessiva no motor ou há vazamento de óleo embaixo do carro.
  • Fique à vontade para levar o carro até um mecânico conhecido, basta alinhar com a loja.

 

Olhando se o carro já foi batido…

 

Dependendo da gravidade do acidente, isso pode sim ser um grande problema, mas geralmente o DETRAN sinaliza no documento que o carro foi sinistrado, ou seja, quando as principais estruturas foram comprometidas em um acidente.

 

Alguns detalhes podem ser úteis na identificação de carros que já sofreram estes episódios, mas isso não significa um problema para a compra, quando a revendedora é comprometida com a qualidade do carro.

 

Verifique o veículo à luz do dia para  ficar mais simples a análise na pintura, ondulações, arranhões e diferenças nas quinas do capô.

 

Não fique impactado quando ouvir um barulho diferente. Na lataria ou no funcionamento do carro, a equipe de suporte à venda poderá esclarecer quando há inserção de peças ou materiais que aumentam ou minimizam barulho. Tudo pode soar estranho, mas a espuma ou funcionamento daquele modelo pode não ter ruídos com os quais você esteja habituado. De novo: pergunte sem melindres e veja o que te causa dúvida (abrindo os compartimentos ou pedindo explicações) in loco.  

 

Vem comprar com segurança e garantia: seu usado está no Auto Shopping Pontal, o gigante da Anhaia Melo. Fale com a gente clicando aqui